Desafios de PLE de Iniciação para Falantes de Chinês (3CEB e E. Secundário)

Formador(es): Ana Paula Dias Modalidade: Curso de Formação / Formação a distância Número de horas: 20 (13 horas síncronas; 7 horas assíncronas) Destinatários: Professores dos Grupos 300, 310, 320, 330, 340 e 350 (N.º 1 do Art. 8.º e Art. 9.º do RJFCP) Datas e horários: A definir

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-108229/20
Área de Formação: B – Prática pedagógica e didática na docência
Custo da ação: sócia(o)s: 40€; não sócia(o)s: 80€
Prazo de inscrição:
Número máximo de inscritos: 20 (prioridade a sócios)

Objetivos:

Com este curso pretende-se aprofundar o conhecimento didático e científico dos/as professores/as dos 3.º CEB e Ensino Secundário relativamente ao ensino de PLNM/PLE a alunos de língua materna chinesa.
Proporcionar a reflexão sobre as características específicas destes alunos e sobre os fatores suscetíveis de influenciar a sua aprendizagem.
Desconstruir estereótipos culturais suscetíveis de influenciar a atividade pedagógica, individual e coletiva.
Fomentar a criação de materiais de aprendizagem no domínio da competência linguística e da competência cultural, adaptados a alunos de língua materna chinesa.
Estimular uma atualização profissional sistemática dos/as docentes que conduza ao desenvolvimento de estratégias pedagógicas que concorram para dar respostas às suas necessidades em contextos de trabalho em mudança.

Conteúdos:

Enquadramento teórico
1. Caracterização do aluno chinês
1.1 A(s) língua(s) chinesa(s)
1.2 A gramática chinesa: breve abordagem
1.3 Entoação e prosódia: diferenças essenciais entre o português e o chinês
1.4 As culturas de herança chinesa (CHC) e as suas implicações no ensino-aprendizagem
1.5 O choque didático
1.6 O conceito de “bi-scriptal”
1.7 Os estereótipos
1.8 Levantamento de dificuldades

Trabalho prático
2. Materiais didáticos bilingues chinês-português de nível A1 para o 3.º CEB e
Ensino Secundário
2.1 Análise e discussão
2.2 Construção de sequências didáticas

Metodologias de realização da ação

A presente ação é lecionada em regime de ensino e aprendizagem a distância através da plataforma Zoom e do correio eletrónico. A ação será realizada em ambiente de classe virtual, termo que se aplica a espaços organizados onde decorrem interações múltiplas entre formador/aformanda/o, formando/a-formador/a e formanda/o-formanda/o, criando-se comunidades de aprendizagem, com partilha de conhecimento e de experiências, onde os/as formandos/as são incentivados/as, através das questões colocadas, a realizarem aprendizagens significativas. Será usado o correio eletrónico para o trabalho autónomo.

Bibliografia fundamental

Bassetti, B. (2012). Bilingualism and writing systems. In T. K. Bhatia & W. C.Ritchie (eds) The Handbook of Bilingualism and Multilingualism (pp. 649-670).Second edition. Hoboken, NJ: John Wiley & Sons
Council of Europe Language Policy Portal, https://www.coe.int/en/web/languagepolicy/home
Dias, Ana Paula Paiva – Escola Oficial Zheng Guanying [Em linha]: estudo de caso de um projeto intercultural trilingue em Macau. [S.l.]: [s.n.], 2017. 330 p.
https://repositorioaberto.uab.pt/handle/10400.2/6750
Sequeira, R. (2007). Português Língua Segunda (E-Book). Universidade Aberta, https://repositorioaberto.uab.pt/bitstream/10400.2/2180/1/EBookPL2.pdf
Wu, Hsu-Pai, Constructing Culturally Relevant Pedagogy in Chinese Heritage Language Classrooms: A Multiple-Case Study, https://eric.ed.gov/?id=ED529916